Federal Skilled Worker

Depois das viagens que  fizemos, conversamos e concordamos que pra nossa realidade e necessidades, o processo federal era a melhor opção mesmo. Teríamos que aguardar a nova lista de profissões e torcer pra que a do marido estivesse incluída. (*De alguma forma sempre fui otimista com relação a isso…em momento algum lembro de ter ficado com medo de a profissão dele não estar, e acho que nem cogitamos muito essa possibilidade, pra ser sincera…*)

Sabíamos que assim que reabrisse o processo teríamos que ser rápidos, mesmo ainda sem saber em quais condições ele seria reaberto, então tratamos de, nesse meio tempo, deixar tudo que dependia só da gente já pronto pra enviar. Marido, que é o requerente principal, aproveitou pra começar fazendo a prova do IELTS, já que demora uns 15 dias pra chegar o resultado pelo correio e era certo que precisaríamos.

Baixei todos os formulários do processo anterior (disponíveis no site do CIC) e fui verificando tudo que era necessário pra preenchê-los. Eu sabia que alguns teriam novas versões, mas achei que ali já pedia tanta informação que, se mudasse algo, seria pouca coisa…Foi muito bom fazer isso porque tinha várias informações que a gente não tinha exatamente à mão, então se tivesse deixado pra última hora ia ser muito mais estressante. Já deixei anotado endereços de familiares que seriam necessários, todos os endereços que ambos já moramos nos últimos dez anos e todas as viagens que fizemos nos últimos dez anos (*eu nem fiz muitas, mas o marido…putz! Tive que ir olhando os passaportes dele pra caçar todas as datas de viagem e deu um trabalho absuuurdo! Recomendo muito fazer isso antes, porque caçar tudo isso na hora de preencher ninguém merece…*).

Essa sou eu separando tudo :)

Peguei também o checklist de documentos do processo anterior, já que também apostei que não ia mudar muita coisa com relação a isso, porque né…quase todos os documentos importantes da vida eles pedem ali, não tem muito o que inventar mais! Fui separando numa pasta tudo que precisaríamos e resolvemos também procurar uma tradutora e já deixar pelo menos os documentos principais traduzidos, assim, quando saísse o checklist novo, só precisaria traduzir mais alguma coisa ou outra que tivessem adicionado.

Documentos que traduzimos (*inicialmente…depois adicionamos mais alguns; mas pretendo fazer um post mais pra frente só sobre documentação e organização pra enviar o processo e aí falo mais*):

– Históricos Escolares da graduação

– Diplomas da graduação

– Certidões de Nascimento

– Certidão de Casamento

– Carteiras de Habilitação (*um dos formulários pedia documento de identificação nacional e tinha o campo de validade, e como nosso RG não tem validade, resolvemos enviar como documento nossas habilitações*)

No meio de abril, finalmente, a lista oficial saiu e siiim..a profissão dele estava lá!! Além da lista, também tinha informações sobre uma etapa nova, que era uma avaliação das credenciais acadêmicas, junto com os locais que estavam designadas pra fazer esse relatório. Então tinha aí duas semanas até o processo reabrir…Correria total!

Deixo pros próximos posts, então, mais detalhes sobre essa avaliação e como organizei os nossos documentos pra enviar. :)

**(Fonte da ilustração)
Anúncios

6 comentários sobre “Federal Skilled Worker

  1. Que legal que você voltou a escrever! A blogosfera imigrante anda tão parada ultimamente por causa da greve do Consulado… Por mais que esse processo demore, sempre tem alguma coisa legal para pesquisar sobre a nova casa ou alguma notícia interessante, ou até mesmo material de estudo para divulgar, enfim. Além da própria função do blog que é de desabafar, né? ;)

    Abraço,
    Lidia.

  2. Ai Bia fiz a mesma coisa que vc, preenchi e separei todos os documentos bem antes do processo reabrir, mesmo sabendo que os formulários poderiam mudar, mas também acreditava que não iriam mudar significativamente. O que acabou atrasando um pouquinho a gente foi que deixamos para fazer o IELTS e as traduções depois de sair a lista das profissões, por um único motivo: financeiro… anyway…
    Bom, mas conseguimos mandar os documentos e é isso q importa!
    Bjs

  3. Ola Bia! Acredito que muita gente tenha chegado aqui é claro, pela forma simples e clara que você escreve e conduz esse blog! Tenho certeza que a forma “meteórica” como tudo aconteceu, depois da aplicação no FSW, seja resultado de todo esse esforço e dessa vibe positiva que você passa aqui! Parabéns e que sigam assim, sempre realizando seus sonhos!

    Como você deve ter visto, o processo FSW reabriu (1st may/2014) e pegou muita gente de surpresa (menos os orfãos do ano passado!!!). Foi o meu caso, que acabei de retomar as pesquisas (depois de voltar de uma trip nos EUA), porém nada a tempo de ter um IELTS em mãos, muito menos toda a documentação (diplomas, historicos) traduzidos oficialmente.

    Você pode me dar um bizu daquilo que você teve que traduzir e onde consigo levantar previamente a doc que precisarei separar. Aqui no Brasil, a próxima aplicação do IELTS é só em Junho (RJ)…então acho que vou ficar pra 2015 (express entry or not! who knows!?)

    Muito obrigado pela ajuda que já nos deu até aqui! Sigam bem firmes por aí!
    Saudações!
    Daniel Arellano

    • Oi Daniel!
      Nossa, muito obrigada pelo comentário! Fez meu dia mais feliz :)
      Eu vi que o processo reabriu sim! Muito legal! Recebi vários emails antes de alguma notícia sobre isso e sempre respondia pra pessoa deixar tudo pronto, fazer o IELTS…sempre achei que ia abrir mais um round antes da mudança de 2015! Um monte de gente me respondeu perguntando se valia a pena gastar com td isso sem nenhuma garantia de q iria reabrir, e eu acho que sempre vale…prefiro pecar pelo excesso!! rs…são coisas que demoram pra sair o resultado,e acabam atrapalhando né?!
      Você não conseguiria ir fazer a prova em outra cidade? Em SP parece q sempre tem várias datas…quem sabe vc não consegue fazer isso antes?! Facilitaria mto a sua vida, e tenho certeza q daria pra dar entrada nesse ano ainda!
      Os documentos necessários sempre podem variar de caso pra caso, né? Mas o que não varia são os básicos: passaporte, certidões de nascimento e casamento, documento de identificação nacional (usei a CNH ao invés do RG porque no nosso RG não tem data de validade, que era pedida no formulário), histórico escolar, diploma, atestados de antecedentes criminais….tudo isso é certeza de vc precisar traduzir. Depois variam de caso pra caso os documentos de comprovação de experiência de trabalho (cartas de empregadores, contratos de trabalho, etc..) e os documentos de comprovação de renda (extratos de contas corrente, poupança, investimentos, previdência privada…enfim, o dinheiro pra comprovação tem que ser de fácil acesso, resgatável a qualquer momento, então não vale FGTS. Há pessoas que anexam documentos de carro e imóvel também, indicando o valor do bem, além de uma carta explicativa de que aquele bem será vendido antes da ida…mas há muitas controvérsias sobre essa comprovação ser ou não aceita nos fóruns que eu participo).

      Você consegue saber todos os documentos que irá precisar, além de já ver tudo que pedem nos formulários pra já ir reunindo todas as informações, fazendo o download do próprio checklist oficial, nesse endereço aqui: http://www.cic.gc.ca/english/information/applications/skilled.asp.

      Boa sorte!!! Qualquer dúvida, estou por aqui :)
      Abraços!!

      • Bia, tudo bem? Sabe dizer se todas as traduções enviadas no processo precisam ser juramentadas? Vi por aí um pessoal que disse que não enviou tradução juramentada para conseguir o ECA, mas também vi gente dizendo que é obrigatório ser juramentada… O que vocês fizeram? E o restante dos documentos ? Obrigada! bjs

      • Oi Pri!
        Tudo que não estava em inglês nós mandamos traduzir, e todas as traduções que enviamos foram juramentadas.
        O ECA é feito por instituições que não tem ligação direta com a imigração canadense, e por isso pode até ser que alguma das instituições que emitem esse documento aceitem traduções que não sejam juramentadas, mas no nosso caso precisou ser (fizemos pelo WES). Com relação aos documentos pedidos no processo, no início do checklist deixa bem claro que todas as traduções tem que ser juramentadas.

        Beijos e boa sorte!!

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s